Concurso ANA: Tudo o que você precisa saber sobre o próximo concurso da Agência Nacional de Águas

O concurso público da Agência Nacional de Águas – ANA, que é aguardado desde 2016, tem grandes chances de acontecer ainda em 2021!

A grande expectativa se dá por conta de que documentos relacionados ao processo de seleção foram divulgados no mês de janeiro. De acordo com eles, embora o total de cargos vagos esteja em 101, apenas 62 vagas foram solicitadas, sendo 35 para o cargo de Especialista em Regulação de Recursos Hídricos e 27 para Analista Administrativo.

E para que você possa sair à frente dos concorrentes no que diz respeito a preparação para o concurso ANA 2021nós do Arquivo Histórico Joinville reunimos em um só post tudo o que você precisa saber para conquistar uma vaga!

Sobre o concurso ANA

Embora o edital do concurso da Agência Nacional de Águasainda não tenha uma data certa para ser divulgado, a probabilidade de publicação neste ano é muito grande, já que os certames realizados anteriormente já perderam o seu prazo de validade.

Assim, dentro do que já sabemos sobre ao assunto, estima-se que as vagas sejam disponibilizadas da seguinte forma:

Nível Superior

27 vagas para Analista Administrativo, com remuneração inicial de R$ 13.807,57;

35 vagas para Especialista em Recursos Hídricos, com salário inicial de R$ 15.058,12.

Aqui, é importante ressaltar que, apesar das vagas do concurso ANA serem destinadas para a sede em Brasília, por ser uma seleção de alcance nacional, as próximas provas poderão acontecer em todas as capitais do país.

Qual será a banca organizadora do concurso?

 Infelizmente, ainda é muito cedo para que possamos prever qual será a banca organizadora concurso ANA.

No histórico de seleções do órgão, as últimas provas foram organizadas pela Cetro Concursos, em 2012, e pela Escola de Administração Fazendária (ESAF), em 2008.

Conheça dos cargos do concurso ANA 2021

 Para concorrer a uma das vagas no concurso para especialista da ANA, na função de Especialista em Recursos Hídricos, é necessário possuir nível superior em qualquer área de formação.

Como atribuições do cargo, de acordo com o último edital ANA, este profissional exerce atividades de nível superior de elevada complexidade e responsabilidade, envolvendo regulação, outorga e fiscalização do uso de recursos hídricos, à implementação, operacionalização e avaliação dos instrumentos da política nacional de recursos hídricos, a análise e desenvolvimento de programas e projetos de despoluição de bacias hidrográficas, eventos críticos em recursos hídricos e promoção do uso integrado de solo e água, entre outras ações, e atividades análogas decorrentes do cumprimento das atribuições institucionais da ANA e outras ações.

Já para se candidatar ao concurso para analista da ANA, como Analista Administrativo, ainda não há definição das áreas e formações que abrirão vagas neste cargo, mas tendo como base o último concurso, foram abertas oportunidades para qualquer área de formação superior e também para as áreas específicas em Administração, Arquivologia, Biblioteconomia, Ciências Contábeis, Ciências Econômicas, Comunicação Social, Tecnologia da Informação e Comunicação. Além do diploma, é necessário possuir também registro profissional no respectivo órgão de classe.

Quanto às atribuições, o Analista realiza atividades administrativas e logísticas relativas às competências constitucionais e legais da ANA.

O que estudar para o concurso?

Provavelmente, os candidatos aos cargos de Analista Administrativo e Especialista em Recursos Hídricos, serão avaliados mediante prova objetiva e prova discursiva, além da avaliação de títulos.

Entre os assuntos que devem aparecer na prova objetiva, já podemos apontar como certos:

  • Língua Portuguesa
  • Língua Inglesa
  • Raciocínio Lógico-Quantitativo
  • Ética na Administração Pública
  • Recursos Hídricos – Legislação Aplicada
  • Direito Constitucional e Administrativo
  • Conhecimentos Específicos.

Já com relação à prova discursiva, ela deve trazer um tema relacionado a um dos seguintes conteúdos: Legislação Aplicada à ANA; Noções de Direito Constitucional; Noções de Direito Administrativo.

Últimos concursos ANA

Realizado em 2012, o último certame da Agência Nacional  de Águas ofereceu 45 vagas de nível médio, para o cargo de Técnico Administrativo, com lotação em Brasília. O salário era de R$ 4.760,18 para jornada de trabalho de 40 horas por semana. A organização foi de responsabilidade da empresa Cetro Concursos. O total de inscritos chegou a 27.596 candidatos, o que ocasionou uma concorrência de 613 candidatos por vaga.

A prova objetiva contou com 50 questões, que foram distribuídas assim:

  • Língua Portuguesa – 10 questões
  • Raciocínio Lógico – 12 questões
  • Ética – 4 questões
  • Noções de Informática – 4 questões
  • Legislação Aplicada à ANA – 6 questões
  • Noções de Direito Constitucional – 6 questões
  • Noções de Direito Administrativo – 8 questões

 

Por outro lado, para funções de nível superior, o último concurso da Agência Nacional de Águas foi realizado em 2008 e ofereceu 152 vagas divididas entre os cargos de Analista Administrativo e Especialista (Recursos Hídricos e Geoprocessamento). Os salários poderiam chegar a R$ 8.389,60. Nesse caso, a Escola de Administração Fazendária (Esaf) foi a responsável pela organização.

A avaliação foi composta por 100 questões, sendo:

  • Língua Portuguesa – 12 questões
  • Língua Inglesa – 8 questões
  • Raciocínio Lógico-Quantitativo – 8 questões
  • Ética na Administração Pública – 8 questões
  • Recursos Hídricos – Legislação Aplicada – 12 questões
  • Direito Constitucional e Administrativo – 12 questões
  • Conhecimentos Específicos – 40 questões

Prepare-se para o concurso ANA 2021

Independente de qual dos cargos é o seu objetivo, para conquistar uma das futuras vagas, você precisará investir pesado na preparação.

Dessa forma, o ideal é contar com o apoio especializado de um curso para concurso da Agência Nacional de Águas.

Assim, com o auxílio de cursos online para concursos você terá a sua disposição profissionais especialistas em aprovação que irão direcionar os conteúdos, de modo que você só estude aquilo que realmente tem chance de cair na prova, sem perder tempo.

Conheça a Agência Nacional de Águas

A Agência Nacional de Águas é uma agência reguladora vinculada ao Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) dedicada a fazer cumprir os objetivos e diretrizes da Lei das Águas do Brasil.

Para isso ela segue basicamente algumas linhas de ação: regula o acesso e o uso dos recursos hídricos de domínio da União, que são os que fazem fronteiras com outros países ou passam por mais de um estado, como, por exemplo, o rio São Francisco.

A ANA também regula os serviços públicos de irrigação (se em regime de concessão) e adução de água bruta. Além disso, emite e fiscaliza o cumprimento de normas, em especial as outorgas, e também é a responsável pela fiscalização da segurança de barragens outorgadas por ela.

Além disso, é responsável ainda por acompanhar a situação dos recursos hídricos do Brasil. Coordena a Rede Hidrometeorológica Nacional que capta, com o apoio dos estados e outros parceiros, informações como nível, vazão e sedimentos dos rios ou quantidade de chuvas.

Elabora ou participa de estudos estratégicos, como os Planos de Bacias Hidrográficas, Relatórios de Conjuntura dos Recursos Hídricos, entres outros, em parceria com instituições e órgãos do poder público.

 

Equipe de redação do Arquivo Histórico Joinville

Cada integrante de nossa equipe carrega consigo uma valiosa coleção de experiências e habilidades singulares, culminando em um conjunto coeso que busca incansavelmente a excelência na criação de conteúdo. Nosso objetivo primordial é superar as expectativas, oferecendo aos nossos leitores uma experiência que não apenas enriqueça, mas também permaneça na memória.

Conheça Mais Sobre o Autor

Deixe seu Comentário

cinco + sete =