O que faz um técnico do seguro social do INSS?

Se você acompanha o mercado dos concursos públicos há algum tempo já deve saber que o concurso INSS, para o cargo de Técnico do Seguro Social, costuma ser um dos mais aguardados pelos concurseiros.

Isso porque, os cargos do concurso INSS além de oferecer uma excelente remuneração, costumam proporcionar uma carreira estável e possibilidade de lotação em diversas agências espalhadas pelo Brasil, inclusive aí, na sua cidade de interesse.

E dentro deste intuito, atendendo quem busca conhecer mais sobre a seleção e o cargo de Técnico do Seguro Social, nós do Arquivo Histórico Joinville elaboramos este texto abaixo, que traz tudo o que você precisa saber de forma antecipada, antes mesmo da publicação do edital concurso INSS.

Requisitos para se tornar um Técnico do Seguro Social

Antes de sonhar com uma aprovação, assim como para qualquer outro concurso público, é preciso saber se você está apto a se candidatar a uma das vagas a serem oferecidas no próximo concurso do INSS.

Sendo assim, elencamos abaixo os principais requisitos exigidos para o cargo de técnico do INSS.

  • Ser aprovado na seleção;
  • Ter a nacionalidade brasileira ou portuguesa e, no caso de nacionalidade portuguesa, estar amparado pelo estatuto de igualdade entre brasileiros e portugueses;
  • Estar em gozo dos direitos políticos;
  • Estar quite com as obrigações militares, em caso de candidato do sexo masculino;
  • Estar quite com as obrigações eleitorais;
  • Possuir os requisitos de escolaridade exigidos para o exercício do cargo:
    • O candidato para ingresso ao cargo deve ter certificado, devidamente registrado, de conclusão de nível médio, fornecido por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC).
  • Ter idade mínima de 18 anos completos na data da posse (sendo que não há exigência de idade máxima);
  • Ter aptidão física e mental para o exercício das atribuições do cargo;
  • Cumprir as determinações do edital de concurso INSS.

 

O que faz um técnico do Seguro Social do INSS?

 Agora que você já está por dentro de quais são os requisitos obrigatórios para participação no futuro concurso do INSS, chegou a hora de entender como funciona a rotina de trabalho de um servidor do órgão.

Para isso, mais uma vez, selecionamos as principais tarefas a serem desenvolvidas pelo profissional, com base no último edital publicado. São elas:

  • Elaborar minutas de editais, contratos, convênios e demais atos administrativos e normativos avaliando processos administrativos que oferecem subsídios à gestão nos aspectos preventivos e para as tomadas de decisão;
  • Participar do planejamento estratégico institucional, de comissões, grupos e equipes de trabalho e dos planos de sua unidade de lotação atuando na gestão de contratos, quando formalmente designado controlando dados e informações, bem como executar a atualização em sistemas;
  • Executar atividades de orientação, informação e conscientização previdenciária;
  • Subsidiar os superiores hierárquicos com dados e informações relacionadas à sua área de atuação, atuando no acompanhamento e avaliação da eficácia das ações desenvolvidas e na identificação e proposição de soluções para o aprimoramento dos processos de trabalho desenvolvidos;
  • Atuar nas atividades de planejamento, supervisão e coordenação de projetos e programas de natureza técnica e administrativa.

 

O que cai na prova do concurso INSS?

Enfim, agora que você já sabe tudo sobre o cargo, você deve focar única e exclusivamente na prova do INSS, ou seja, em o que estudar para o concurso do INSS.

A saber, de acordo com o último concurso INSS a prova objetiva para o cargo de Técnico do Seguro Social contou com 120 questões, sendo:

  • Conhecimentos básicos – 50 questões
    • Ética no Serviço Público – 6 questões
    • Regime Jurídico – 6 questões
    • Direito Administrativo – 5 questões
    • Direito Constitucional – 7 questões
    • Língua Portuguesa – 15 questões
    • Raciocínio Lógico – 6 questões
    • Informática – 5 questões

 

  • Conhecimentos específicos – 70 questões
    • Seguridade Social + Direito Previdenciário

 

Temas mais cobrados na prova de Técnico do Seguro Social

Mais do que saber como funciona a estrutura do concurso e avaliação dos candidatos, é preciso saber o que estudar para prova do INSS.

E com o objetivo de facilitar a sua jornada de estudos, compartilhamos abaixo quais são os temas mais cobrados dentro de cada disciplina. Confira!

 

  • Direito Previdenciário
    • Regimes Complementares de Previdência – 22%
    • Regimes da Previdência Social – 19%
    • Previdência Complementar -11%
    • Previdência Social do Servidor Público – 10%
    • Seguridade Social – 8%
    • Segurados Obrigatórios – 7%
    • Financiamento da Seguridade Social – 6%
    • Plano de Benefícios da Previdência Social – 6%
    • Regimes Básicos – 5%
    • Regime Geral da Previdência Social – 5%

 

  • Seguridade Social
    • Lei Orgânica da Assistência Social – LOAS – Lei 8.742 de 1993 – 56%
    • Organização e Custeio da Previdência Social – Lei 8.212 de 24 de julho de 1991 – 30%
    • Planos de Benefício da Previdência Social – Lei 8.213, de 24 de julho de 1991 – 15%

 

  • Língua Portuguesa
    • Compreensão e Interpretação de Textos – 57%
    • Redação – Reescritura de Texto – 14%
    • Coesão e Coerência – 9%
    • Significação Contextual de Palavras e Expressões – 5%
    • Pontuação – 5%
    • Uso da vírgula – 5%
    • Significação de Palavras e Expressões – 4%

 

  • Redação Oficial
    • Características da Redação Oficial – 42%
    • Manual de Redação da Presidência da República – 19%
    • Padrão Ofício – 10%
    • Norma culta – 9%
    • Memorando – 7%
    • As comunicações oficiais – 6%
    • Correspondência Oficial – 6%

 

  • Direito Administrativo
    • Lei 8.112/1990 – Regime Jurídico dos Servidores – 23%
    • Atos administrativos – 21%
    • Improbidade Administrativa – Lei 8.429/92 – 14%
    • Poderes da Administração – 12%
    • Agentes públicos – 11%
    • Processo Administrativo – Lei. 9.784/99 – 11%
    • Responsabilidade Civil do Estado – 10%

 

  • Direito Constitucional
    • Direitos e Deveres individuais e coletivos – 27%
    • Poder Legislativo – 14%
    • Controle de constitucionalidade -13%
    • Repartição ou divisão de competências – 13%
    • Processo Legislativo – 12%
    • Organização dos poderes – 11%
    • Teoria da Constituição – 10%

 

  • Informática
    • Segurança da Informação – 23%
    • Sistemas Operacionais – 22%
    • Navegadores (Browser) – 14%
    • Internet e Intranet – 11%
    • Editor de Textos – 11%
    • Windows 7 – 10%
    • Planilha eletrônica – 9%

 

  • Raciocínio Lógico
    • Argumentação – 27%
    • Fundamentos de Lógica – 25%
    • Proposições simples e compostas e Operadores lógicos – 11%
    • Diagramas de Venn (quantificadores universais)– 10%
    • Raciocínio Matemático – 9%
    • Problemas Lógicos – 9%
    • Equivalências Lógicas – 9%

 

  • Ética no Serviço Público
    • Deveres – 33%
    • Comissão de Ética – 30%
    • Regras Deontológicas – 23%
    • Vedações – 13%

 

Como estudar para o concurso do Instituto Nacional do Seguro Social – INSS?

Estudar para um concurso público requer muito foco e dedicação. Como você pode verificar no decorrer deste texto, a avaliação dos candidatos costuma cobrar muitos conteúdos de diferentes matérias.

Por isso, nosso conselho neste sentido é de que você invista em curso preparatório específico para o concurso do INSS.

Assim, por meio de videoaulas para concursos você terá acesso a um conteúdo direcionado e específico, elaborado por professores especialistas em aprovação.

Ou seja, você estudará de forma otimizada, com vídeos de, no máximo, 30 minutos de duração, em uma metodologia em formato de plano de estudos, que facilita a assimilação dos conteúdos mais relevantes.

Por fim, para complementar a sua preparação, não se esqueça de testar o nível do seu aprendizado com questões aplicadas em provas anteriores.

Deixe seu Comentário